Sobre

Secretariado Diocesano 2017

O Secretariado Diocesano (SD) tem a função de atuar para que se realize o mistério da unidade em todo o movimento, no âmbito da Diocese. É o órgão que liga formalmente o Movimento ao seu Bispo, ao serviço apostólico que vem dos "Doze". O CLJ só pode ser Igreja se tiver o selo dos apóstolos e o CLJ tem consciência de que sem o vínculo apostólico não pode ser plenamente Igreja.

Compreende-se, também, que o SD de Novo Hamburgo, como secretariado de um movimento integrado na Pastoral da Diocese e como movimento paroquial, tenha por membros natos os sacerdotes que assistem o Povo de Deus nas Paróquias onde existem grupos do mesmo Movimento.

O SD, nesta Igreja particular, é constituído pelos Diretores Espirituais – nomeados pelo Bispo -, casais e jovens, investidos dos seguintes departamentos: Coordenação Diocesana (formada de casal e jovens da Serra e do Vale), Secretaria, Tesouraria, Ligação, Montagem, Pós, Pré, Liturgia, Folclore, Promoções e Comunicação.

a) Coordenação Diocesana: direção dos trabalhos em todas as reuniões plenas, supervisão dos Departamentos do Secretariado e representação do Movimento à nível Diocesano e Interdiocesano. b) Secretaria: Elaboração das atas de reuniões, organização e controle da freqüência às reuniões, correspondência, controle dos arquivos, apoio às demais funções. c) Tesouraria: controle financeiro do Movimento, apresentação de balancetes financeiros (prestação de contas) mensais, e controle do patrimônio. d) Ligação: responsável pela organização e execução das reuniões mensais do CLJ III, responsável por demais iniciativas à nível de formação e desempenho do CLJ III. e) Montagem: montagem e controle dos cursos de CLJ I e II, além organizar encontros de formação e retiro para os tios. Poderá desempenhar várias iniciativas na formação doutrinal que beneficiará os jovens e tios palestrantes. f) Pós: acompanhamento dos trabalhos de perseverança nos ambientes paroquiais, colaboração aos grupos paroquiais para a organização de um roteiro de assuntos a serem enfocados nesses encontros; g) Pré: acompanhamento dos trabalhos de preparação dos candidatos ao CLJ I, nos diferentes âmbitos paroquiais, supervisionar o trabalho realizado pelos diferentes departamentos de Pré paroquiais, coordenar a unificação dos EPJs (Encontros Paroquiais de Jovens), que serão realizados nas diferentes Paróquias e escolas. h) Liturgia: responsável pela elaboração de manuais, instruções litúrgicas aos membros do Movimento. Deve presidir juntamente com o DED os momentos de espiritualidade nos encontros e auxiliar nas Missas de caráter diocesano. i) Folclore: reunir esporadicamente os folclores das Paróquias para ensaiar novos cantos, unificar os modos de cantar e tocar as músicas; organização da pasta de músicas e folheto de cantos para Missa. j) Promoções: planejamento e organização das atividades promocionais que visam angariar fundos para o Movimento e outras de caráter mais pastoral. Promover atividades de integração do Movimento e organizar as equipes de trabalhos para as atividades diocesanas. k) Comunicação: responsável pela manutenção e abastecimento do Site Diocesano, bem como, divulgação do Movimento nos diferentes meios de comunicação. Sua função também será a de ligação com a Pastoral da Comunicação Diocesana. l) Colégio: O DED poderá constituir este departamento com alguns membros da coordenação diocesana anterior. A nova coordenação será amparada (nos primeiros seis meses) por este departamento. Também será sua função específica verificar as necessidades missionárias do movimento bem como as fundações.

Baixar quadrante do SD